Enquanto Houver um Coração Infantil

Projeto "Enquanto Houver um Coração Infantil" premiou 151 estudantes da Paraíba e do Rio Grande do Norte (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)
Projeto "Enquanto Houver um Coração Infantil" premiou 151 estudantes da Paraíba e do Rio Grande do Norte  (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)

Projeto “Enquanto Houver um Coração Infantil” premiou 151 estudantes da Paraíba e do Rio Grande do Norte
(Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)

Em uma época em que nosso clube ainda luta para ter uma administração à altura da grandeza do clube, onde a atual administração terá que ter um trabalho hercúleo para resgatar uma imagem que sofreu desgastes ao longo da última década, fantástico é o mínimo que se pode dizer quando falamos do projeto “Enquanto Houver um Coração Infantil”.

Agradeço a Deus ter tido o privilégio de ter cruzado a vida do casal Ângela e Junior, que brilhantemente tocam esse projeto de verdadeiro amor não apenas ao Vasco, mas principalmente das crianças que são carinhosamente acalentadas.

O projeto nasceu há pouco tempo atrás (em 2013), mas já possui números significativos. Basta dizer que no último final de semana foram agraciadas nada menos que 151 crianças, estudantes da rede de ensino pública, e que tiveram bom rendimento escolar no último ano letivo. As cidades contempladas este ano foram Patos (PB) e Mossoró (RN).

De um caso de amor pelo Vasco ocorrido em sua família (uma sobrinha da Ângela pediu uma camisa do Vasco, mas só receberia se tivesse bom rendimento na escola – o que efetivamente ocorreu…), Ângela decidiu ampliar esse caso de sucesso e levar a mesma ideia a outras crianças. Estava nascendo um grandioso projeto de combate à evasão escolar, aliado à solidificação do amor pelo Vasco. Uma verdeira prova de que é possível aliar o útil ao agradável.

Encontro de grupos voluntários ocorrido em 1º de novembro de 2014 em São Januário. Ângela Diniz está ao centro e seu marido Júnior à esquerda.

Encontro de grupos voluntários ocorrido em 1º de novembro de 2014 em São Januário contando com Ângela Diniz (2ª à direita) e seu marido Júnior (1º à esquerda).

Em pouco tempo, de uma bela ideia, passamos a ter um grande projeto, contando com aliados importantes, como por exemplo o ídolo Juninho Pernambucano, que hoje é padrinho do projeto. Além disso, outros grupos de voluntariado vascaíno também apoiam e divulgam o projeto – uma sinergia importante e que fatalmente nos remete às origens de nosso clube de coração, que foi construído com o suor e esforço de nossos antepassados, quando voluntariamente doaram tempo, esforço e dinheiro para construir o Gigante da Colina.

Atualmente o projeto distribui kits escolares e uma camisa do Vasco personalizada com os nomes das crianças contempladas. Além disso, há também o sorteio de camisas autografadas. Até a presente data tudo foi feito contando com doações e sem a participação da diretoria do Vasco.

Futuro! Essa é a palavra-chave que resume a grandiosa frase de Cyro Aranha que afirma que “enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal”. Futuro e Esperança caminham juntos, e a esperança é o que nos move para construirmos o futuro. Mãos dadas, independente de credos, raças ou posições sociais é que construíram este gigante, sem contar com a ajuda de elites abastadas ou de governos. Essa é a alma do Vasco! Foi assim que fomos criados e é esse o nosso destino. Esse é o verdadeiro orgulho de ser vascaíno!

Você pode querer ler...

About the Author

André Pedro
André Pedro
André Pedro é sócio remido do Vasco da Gama com mais de 30 anos de clube, e também fundador e editor responsável do portal webvasco.com. Sua formação é na área de informática e comanda a empresa Digital Solutions, especializada em soluções de internet.

1 Comment on "Enquanto Houver um Coração Infantil"

  1. Marcelo Paiva Marcelo Paiva | 28 de Janeiro de 2015 at 11:33 |

    Caro André:

    Como você bem colocou: “Esse é o verdadeiro orgulho de ser Vascaíno”.

    Concordo Plenamente!

    Esta é a Grandeza e a Alma de um magnífico clube que nasceu para ser referência e vanguarda POPULAR, que proporciona aos seus milhões de torcedores espalhados pelo mundo, linhas de ações que evidenciam o amor ao próximo e a esta gigantesca Instituição esportiva e social. Ao contrário dos clubes que “sobrevivem” do POPULISMO, imposto pelo SISTEMA!

    Um dia, o esclarecimento e o conceito em nossa sociedade (não irá demorar muito ….) irá se perpetuar e nos mostrar isso.

    Felizes somos nós que sabemos por quem torcemos!

    Parabéns ao Projeto “Enquanto houver um coração infantil”, o qual faz a diferença para o próximo, e a esta bela coluna!

    SV!

    Marcelo Paiva

Comments are closed.