Nossos antepassados clamam por justiça!

3 min leitura

Vascaínos!

Venho a público a público declarar o total repúdio à decisão do Conselho Deliberativo (CD) do Vasco na noite de ontem.

Os sócios, e a torcida vascaína, vem manifestando nos últimos meses, de forma ampla, sua vontade em redemocratizar o clube através de eleições diretas. A materialização dessa vontade se deu através do movimento “Nova Resposta Histórica“, que conseguiu angariar número de assinaturas suficientes para promover uma Assembléia Geral Extraordinária (AGE) onde se decidirá a mudança estatutária para realização de eleição direta para presidente do clube. Lembramos aqui que, pela legislação brasileira, a AGE é o poder maior da instituição, acima de qualquer poder estatutário de nosso clube, inclusive do Presidente Administrativo e do Presidente do CD.

Mesmo com apoio do Sr. Faues Mussa, atual presidente eleito da AGE (único presidente eleito diretamente pelos sócios no estatuto atual), o que vimos recentemente foi o empenho de diversos membros do CD para minar essa possibilidade. Foram tantas ações (e omissões) que o Sr. Mussa teve que tomar ações mais enérgicas no sentido de fazer valer a vontade do povo vascaíno.

De forma aviltante, o que vimos na noite de ontem foi a ação de supostos defensores das eleições diretas esbravejando acusações dolorosas e injustas contra um senhor com décadas comprovadas de ações meritórias, derivadas de seu amor incondicional ao clube, e que meramente tentava fazer apenas a vontade do bem maior que o Vasco tem: Sua torcida apaixonada.

Por que barrar um movimento democrático do clube?

Por que temer ouvir o que as urnas tem a dizer?

Por que utilizar meandros estatutários, artimanhas interpretativas e “meias verdades” com objetivo único de confundir as pessoas?

Por que punir um Sr. idoso, com uma bela história no clube, com acusações tão injustas apenas para desqualificar sua ação?

Por que afirmar que são favoráveis às eleições diretas se TODAS as ações que tomaram até agora são contrárias a isso?

Será mesmo que esses senhores pensam que irão enganar a todos por todo o tempo?

Esperamos que justiça se faça, ainda que tardia, em prol do Sr. Faues Mussa e da vontade da maioria absoluta dos vascaínos, que é a realização da AGE.

E que fique registrado o total repúdio a todo e qualquer movimento anti-democrático por membros do CD, ainda que travestidos de suposta “moralidade” e “rigor estatutário”. O Vasco não pode ter “donos”! O Vasco foi criado por quem não se conformou com outros clubes que tinham “donos” e lutou bravamente pela inclusão social quando ainda nem se falava sobre esse assunto – está em nosso DNA! O Vasco precisa, portanto, voltar a ser comandado por quem de direito pertence: sua torcida!

Avante, Sr. Mussa! Avante vascaínos de bem! Nossos antepassados fundadores do clube clamam por nós para que seus ideais sejam resgatados! E que o Vasco que esse CD representa, no futuro seja lembrado apenas como uma mancha negra de nossa história que foi extirpada graças a luta bravia de valorosos vascaínos que resgataram a verdadeira essência vascaína: a democracia!

André Pedro

Faça seu comentário aqui!


(passe o mouse sobre cada um dos ícones abaxio para escolher a melhor opção para escrever)

Deixe um comentário!

Copyright © Todos os direitos reservados. | Newsphere by AF themes.