O JOGO DOS 5 ERROS!

Luiz Carlos Rocha

      O Vasco da Gama foi derrotado pelo Criciúma por 3 a 2, no Estádio Herilberto Hulse, hoje em partida válida pela 28ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado o cruzmaltino caiu da 17ª para 18ª posição na tabela de classificação. Marcaram para os catarinenses Wellington Paulista (duas vezes) e Lins. Descontaram para os cariocas André e Marlone. O próximo vexame do time de São Januário será na quinta-feira, dia 18, contra o Goiás, em Macaé.  O curioso foram os erros!
     As revistinhas de entretenimento, sendo mais tradicional a Coquetel, traz sempre os jogos de palavras cruzadas, caça-palavras, jogo dos 7 erros, dentre outros. Pois é. Nem competência para o jogo dos erros o Vasco tem. O original são 7 erros. O de hoje em Santa Catarina tiveram apenas 5. Faltaram 2. O numeral dois representa segundo, coisa de vice! Mas voltando aos erros do Vasco foram cinco. Há quem diga que foram exatamente os gols entre os times que disputaram os pontos importantes da vitória na luta contra o rebaixamento.
       Penso diferente. Em minha humilde ótica julgo que os 5 erros ficam por conta de dois nomes com um sobrenome (Carlos Roberto de Oliveira), somado a um apelido coligado ao nome (Roberto Dinamite). Esse é o grande equívoco vascaíno. Desde que assumiu o clube o mandatário “Estalinho” vem afundando uma instituição centenária a cada dia. Um clube que tem a história mais bonita do Brasil abrindo suas portas para negros e operários inclusive não pode estar na situação em que se encontra. Sem contar o belíssimo Estádio de São Januário e outras sedes. Tem a terceira maior torcida do país, perdendo apenas para o povo do gueto, entenda-se molambos e para os marginais de Sampa, digo os Gambás.
      Ainda apontando os 5 erros de Roberto Bombinha o mais grave é a centralização de poder. Por mais que tenha assessores, tenho fonte fidedigna que afirmam: os subordinados não tem nenhuma liberdade profissional, ou seja, não há autonomia para nenhuma decisão. A palavra final é sempre do ex-jogador. Futebol é um esporte coletivo. Administração desportiva se faz com confiança em equipe.
    O segundo erro fica por conta dos contratos e placas de publicidade e patrocínios e apoios mal fechados. O patamar vascaíno é elevado. Para citar com metáforas da moda, o Vasco é um clube de bigode grosso! Até porque os pelos faciais são uma tradição portuguesa. Os contratos deveriam ter valores mais elevados e suas cláusulas deveriam ser mais “amarradinhas” para que o Vasco não fique dependendo de certidões públicas.
     Já o terceiro erro de Roberto Bombinha é não valorizar a prata da casa. Deixar a mingua as Divisões de Base. Contratou errado medalhões em 2013, e se não fosse à garotada prata da casa a situação do time estaria bem pior, talvez no lugar do Náutico. Marlone e Cia. tem salvado o Vasco de vexames muito piores.
     Demissão de funcionários com anos de Vasco sem qualquer justificativa é o quarto erro. Jogadores não tem amor à camisa. São poucos. Já os funcionários, principalmente aqueles que dedicaram uma vida inteira ao Vasco certamente tem muito apreço. Portanto, cultivar homens e mulheres dedicados ao clube é uma forma inteligente e, sobretudo de agradecer aqueles que respiram Vasco da Gama. Pessoas felizes, com seus trabalhos reconhecidos e na maioria deles torcedores de coração jamais trairão o clube. Roberto Bombinha é burro de afastar essas pessoas de São Januário!
     Não menos importante é o quinto erro. Este é o mais simples dele. É saber que não serve para administrar um clube e insistir. Ou melhor, errar uma vez acontece duas é burrice, três se mata e por aí vai. De 2008 para cá (2013) são cinco anos. São longos anos errando. Logo, o quinto erro é saber que é inútil e incompetente e achar que é capaz. É não pedir para sair.
     Para fechar a crônica de hoje com os erros, já contamos 5 anos no jogo dos 5 erros de Roberto Bombinha! Quando assumiu em 2008 todo vascaíno deu crédito. Ele estava chegando. E agora? Já teve tempo suficiente para modificar e acertar muitas coisas em vez de apenas criticar administrações passadas.
   
 
 
APÓS AS TODAS AS PARTIDAS DO VASCÃO EM MEU PERFIL DO FACEBOOK (QUEM QUISER RECEBER AS CRÔNICAS DE PRIMEIRA MÃO É SÓ ME ADICIONAR), E NOS SITES WEBVASCO (www.webvasco.com), E VASCAÍNOS UNIDOS (www.vascainosunidos.com.br) TEM A OPINIÃO DO JORNALISTA LUIZ CARLOS ROCHA. LEIAM! COMPARTILHEM E CURTAM! VASCAÍNOS UNIDOS JAMAIS SERÃO VENCIDOS.


 

 

Você pode querer ler...

  • Luiz Carlos RochaO JOGO DOS 5 ERROS!       O Vasco da Gama foi derrotado pelo Criciúma por 3 a 2, no Estádio Herilberto Hulse, hoje em partida […]
  • Luiz Carlos RochaBACARAJÉ !          O empate entre Bahia e Vasco, sem gols, hoje, na Fonte Nova marcou a 24ª Rodada do […]
  • Luiz Carlos RochaDO PÓ VIEMOS, AO PÓ VOLTAREMOS!               O famoso trecho de Genesis, que cita a criação do ser humano por Deus “Do pó da Terra”, […]
  • RESPEITA O MOÇO MESMO SEM BIGODE!             No universo do futebol – que tem vida própria no Brasil – o hit do […]
  • Luiz Carlos RochaEXPLICANDO COM A LETRA V!             Vasco e Vitória/BA, em São Januário, em partida que marcou a Vigésima Segunda Rodada do […]

About the Author

Prof. Luiz Carlos Rocha
O Prof. Luiz Carlos Rocha é o Jornalista responsável pelo Webvasco.com (26153 MTB/RJ) com pós-graduação em jornalismo esportivo, além de ser Fotógrafo profissional. Entre sua vasta experiência profissional, estão a Revista Amiga e o Jornal dos Sports. Você pode encontrá-lo no Facebook clicando aqui!

2 Comments on "O JOGO DOS 5 ERROS!"

  1. BERNARDO AQUINO | 17 de outubro de 2013 at 11:24 |

    Parabéns pela matéria amigo Luiz Carlos, nosso Vasco precisa sair dessa situação logo! Mudanças já!

Comments are closed.