Além de Edmundo, Julio Brant pode ter apoio de outros ídolos do Vasco

ASSOCIADO VASCAÍNO, VOCÊ NÃO QUER MAIS POLÍTICOS NO VASCO? VOCÊ QUER DEMOCRACIA E DIREITO DE PARTICIPAR DA VIDA SOCIAL E POLÍTICA DO NOSSO CLUBE? VOCÊ QUER RENOVAÇÃO, GESTÃO EMPRESARIAL E PROFISSIONAL, PROJETOS PARA O CLUBE E PARA O ASSOCIADO?
 
PARA MUDAR GERAL E O VASCO ENTRAR NO FUTEBOL DO SÉCULO XXI, VOTE NA CHAPA SEMPRE VASCO! VOTE JULIO BRANT!
        
Pedrinho, Felipe, Juninho e Carlos Germarno podem ajudar a chapa “Sempre Vasco” a gerir o clube

 

Por Alexandre Araújo e Daniel Guimarães 22/07/2014 

                         

Edmundo e Julio Brant - Vasco (Foto: Reprodução)

 
 
Uma cara nova em meio a tantas já conhecidas dos vascaínos. Porém, Julio Brant, candidato pela “Sempre Vasco”, poderá contar com um apoio de peso junto à torcida. O grupo, que tem como um dos idealizadores Edmundo, conversa com outros ex-jogadores para que façam parte do projeto, principalmente com relação à gestão do futebol. Dentre eles, Pedrinho, Felipe, Carlos Germano e Juninho são alguns em pauta.

Recentemente, Edmundo chegou a postar uma foto ao lado de Felipe e Juninho, no próprio jogo de despedida, em São Januário, quando afirmava que eles queriam mudar o rumo da história do clube. Vale lembrar ainda que o Animal e Pedrinho trabalham juntos na mesma emissora de televisão e que o próprio Edmundo realizou alguns cursos para se tornar dirigente.
 
Além dos ídolos da torcida, há também tratativas para que nomes fortes próximos aos Conselhos do clube, como Fernando Horta e Pedro Valente, possam integrar a chapa, além de Jorge Salgado, Sergio Cabral e Sergio Cabral Filho, que já estão no projeto. Ressaltando que a eleição presidencial cruz-maltina ainda é realizada de forma indireta.

Aos 37 anos e com passagens bem-sucedidas em grandes empresas, Julio obedece a um perfil desenhado pelo grupo. A ideia inicial era ter Horta encabeçando a chapa, mas ao saber das futuras intenções do presidente da Unidos da Tijuca, foram em busca de um novo nome.

Entender de gestão e ter um lastro para assumir um cargo não remunerado foram alguns dos quesitos que a cúpula da chapa mais considerou durante as reuniões.

Juninho e Felipe podem ajudar na política vascaína (Fotos: Bruno de Lima)

Apesar de jovem, Julio quer afastar completamente a ideia de que é um “aventureiro” e pretende agregar os cruz-maltinos.

– Com humildade, afirmo que o meu currículo deixa claro que não sou uma pessoa de fazer aventuras. É legítimo que cada vascaíno que possa do seu jeito participar do processo, participe, sem desqualificações – disse Julio, que oficializou a candidatura, no sábado.
 
BATE-BOLA com Julio Brant, candidato à presidência do Vasco:

1) O que motivou você a concorrer ao cargo de presidente do Vasco?
Sou torcedor e somo ao grande número de torcedores que estão insatisfeitos. A minha insatisfação é a mesma do grupo liderado pelo Edmundo, que vem há muito tempo estudando alternativas de gestão.

2) Como estão os projetos que preparou para gerir o clube?
Estão todos prontos e serão apresentados em uma reunião específica com a imprensa.  

3) O Flamengo optou por dirigentes fortes e não vive um bom momento no futebol. Acha que pode acontecer o mesmo com você?
Desconheço o que acontece no Flamengo, mas teremos uma diferença fundamental: Edmundo. Ele conhece futebol, ciência e espetáculo. Ele será ouvido sempre nas questões do futebol. Os desastres no futebol do Vasco são desastres de gestão do clube. A administração será minha responsabilidade, e responsabilidade do grupo liderado pelo Edmundo, que trabalhará em conjunto com outros ex-jogadores também ídolos do clube.

Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/vasco/Edmundo-Julio-Brant-idolos-Vasco_0_1178882274.html#ixzz38JtNCHGD
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

Você pode querer ler...

About the Author

Marcus Simonini
Marcus Simonini é autor e editor do Blog Incondicionalmente Vasco (http://incondicionalmentevasco.wordpress.com) e sócio do Vasco desde 1984.