REAGE VASCO! FORA EURICO!

Reproduzo aqui um comentário tirado do fórum, do site NETVASCO, que traduz o sentimento da grande maioria dos sócios e torcedores do Vasco, depois da vergonhosa entrevista de Eurico Miranda ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil, em 14 de março desse ano. 

Aliás, sobre a entrevista lamento ter que afirmar que foi muito fraca, e do jeito que ele queria para subir no palanque, falar de forma egocêntrica, como se ele e o Vasco fosse um só Ser. Muitos fatos não aconteceram como foram afirmados por ele, e a falta de memória do torcedor pode fazê-lo acreditar que assim ocorreram, só que não! 
A falta de esperança e o medo do futuro do nosso CRVG aumentaram ainda mais!
Se os últimos 17 anos foram de decadência total, o que esperar dos próximos 15 anos? 

Depois dessa entrevista uma coisa ficou óbvia: A Oposição precisa se unir em torno de um projeto pragmático, concreto, e moderno. É preciso maturidade, humildade e agilidade, porque o tempo corre contra o Vasco. O nome certo surgirá como o perfil certo para o plano a ser elaborado, e não o contrário. O debate hoje é de ideias para salvar o Vasco.

Caso nada seja feito em conjunto, ou uma providência seja adotada para resgatar o Vasco dessa decadência, que já dura 17 anos, poderá ser tarde demais para o Gigante, porque o tempo não espera, o atraso é enorme, e muitos clubes rivais já estão bem mais adiantados.

Segue o comentário tirado do Fórum NETVASCO, em 15/03/2017:

Vergonha. Esse foi o sentimento do vascaíno ontem, ao ver o presidente do seu clube no Bola da Vez.
O vascaíno sentiu vergonha do presidente dizer que Cristóvão ganhou título (onde?), que chegou ao Vasco porque foi o nome oferecido (não foi o Vasco que procurou) e que cabia no orçamento.

O vascaíno sentiu vergonha, quando o presidente disse que era montagem ele declarando o Flamengo como campeão de 87. Quando ele fugiu de perguntas, enrolando e falando que o Vasco viajou por 63 países. Nos orgulhamos das viagens, mas queremos construir um futuro de glórias.

Vascaíno sentiu vergonha quando o presidente não conseguia concluir um raciocínio. Como um cara desse preside um clube gigante como Vasco?

Sentimos vergonha quando ele disse centenas de mentiras com cara lavada, como afirmar que não reconhecia Força Jovem em 2015 e logo depois ao citarem abertura da sede do Vasco para reunião com Mancha Verde e eleição, ele emendou mais uma mentira dizendo que só não aceita torcida se meter em política. Mentiroso, você usa torcida pra fazer política (não toda, mas parte dela).

O ápice da vergonha veio quando ele disse que seus dois filhos são os mais competentes que o Vasco tem para gerir a base e o futebol profissional. Como o Vasco não tem profissionais melhores que esses dois? O resultado está ai, veja o futebol jogado na base e o "planejamento" do time profissional.

Eurico mostrou claramente que pensa que o Vasco é dele, precisa dele, se coloca como único representante do Vasco, único capaz de ajudar o Vasco, se coloca acima da história, dos ídolos. Quando João "Canalha" citou: "O Vasco de Barbosa, Belini, Vava, Ademir, Roberto Dinamite, Romário, Edmundo", Eurico prontamente respondeu: "Agora cite minha trajetória.". Completamente egocêntrico, maluco, perdido.

O único ponto positivo foi ver o presidente dizendo que quando o Vasco não precisar mais dele, ele sai. Pode ir Eurico, vá com Deus. O Vasco não precisa de você. Você precisa do Vasco para empregar seus filhos, para aparecer, para amaciar seu ego, para inflar seu orgulho, para encher o seu bolso. De onde vem a renda da família se 2 filhos e o senhor trabalham no Vasco?
Vá, o Vasco agradece.

REAGE, VASCO! FORA, EURICO!


   

Você pode querer ler...

About the Author

Marcus Simonini
Marcus Simonini é autor e editor do Blog Incondicionalmente Vasco (http://incondicionalmentevasco.wordpress.com) e sócio do Vasco desde 1984.