LEI MARIA DA PENHA!

Luiz Carlos Rocha
Lei Maria da Penha neles! Isso mesmo! Mas não estou me referindo a briga entre a Força Jovem e a Yang Flu horas antes do clássico de hoje no Engenhão. A norma jurídica deveria ser aplicada ao Vasco da Gama que bateu sem dó nem piedade em sua mulherzinha, O Florminense! Aprendi ao longo dos meus 43 anos que em menina não se bate nem com uma rosa. Porém, para toda regra, há exceção. Bem ao estilo Café com Leite, as Tricoletes implicaram, deram chiliques e não jogaram absolutamente nada.
O gol de Luan levou o Cruzmaltino à terceira colocação na tabela de classificação, e de quebra mandou as Periquitinhas para o quinto (não dos infernos, que seria o local ideal, mas da competição carioca). Agora o Machão da Gama soma 14 pontos. A partida de hoje foi válida pela 6ª Rodada da Taça Guanabara (primeira fase). O próximo a ser batido será o Bangu, no sábado, às 16 h (de Brasília), em São Januário.
Duas bolas na trave, com Rodrigo, depois Júlio Santos. Um pênalti claríssimo não marcado pelo árbitro Índio, quando Diego Cavalieri derrubou Gilberto ainda na etapa inicial. Está certo que o atleta vascaíno exagerou na hora de cair, mas não exclui o ato do goleiro das Laranjeiras! A arbitragem poderia até punir o vascaíno com um cartão amarelo por mostrar o que estava na cara de qualquer um, e é um dever dos homens da Ferj observarem. Mas certamente marcando a penalidade máxima. Por erros deste tipo é que meus ouvidos ficam feridos ao escutarem que homens como este senhor é juiz! Não mesmo! Apenas árbitro.
Um conto popular define a supremacia do Vasco em relação ao Florminense. Um dia a onça que teoricamente era mais forte do que o Vasco e queria mata-lo chegou perto do felino menor e falsamente disparou: “Oi Seu Gato, tudo bem? Como somos muito amigos eu gostaria de lhe pedir uma coisa, pode ser?”. Prontamente o elegante primo mais franzino respondeu: “Claro”. Aí a onça foi adiante: “Gostaria que você me ensinasse a pular, para que eu possa ficar um animal completo”. O gato mais uma vez foi gentil: “Claro. Começaremos agora mesmo”. Passado certo tempo, falsa onça chegou perto do “amigo” e fez a pergunta que naquele momento ela imaginou ser fatal: “Eu já sei pular? Aprendi direitinho?”. O gatinho humildemente comentou: “Sim Dona Onça. Você sabe pular muito bem. Está pronta”.
A partir daí, a robusta, ágil e sabendo pular onça pintada foi bem direta com o gato: “Agora eu vou te destruir. Vou te matar!”. E imediatamente pulou para cima do felino mestre. Só não contava que o gato desse um pulo extraordinário e tivesse saído facilmente das garras da onça. Indignada a feroz indagou: “Como você saiu assim? Esse pulo eu não aprendi, você não me ensinou.” Teve de escutar a sábia resposta: “Claro que não. Te ensinei quase tudo, mas deixei reservado uma saída imaginando que um dia iria me trair. Esse é o pulo do gato!”.
Moral da velha máxima: Cada dia fica mais claro que o Fluminense quer ser o Vasco. São jogadores diversos sendo “abduzidos” de São Januário e reaparecendo nas Laranjeiras. Treinadores (vide o caso do atual). Músicas de torcidas copiadas. E até o ato ridículo e incabível de inventar uma faixa diagonal na camisa num passado nem tão distante assim. Mas as Tricoletes não podem esquecer que construir um Estádio como a Colina Histórica é preciso talento, coragem e tradição. Vale ressaltar, que a Imensa Torcida Bem Feliz é infinitamente maior do que as bibas laranjinhas, as sukitas, e também com maior força futebolística.
É preciso dizer a elas que a criatura jamais poderá se voltar contra o criador! Querem ganhar futebol do Vasco? Agora contem outra piada porque esta não me fez rir! Mas nem tudo está perdido. As meninas tricoletes sempre irão ganhar dos meninos do Machão da Gama modalidades como ballet, pilates, corte e costura, tricô e crochê, auto maquilagem e tudo mais relacionado ao sexo frágil.
DEDICATÓRIA: Dedico à crônica de hoje aos meus amigos, os irmãos Abi-Ramia. Fábio, que é tricolor e Márcio que tem bom gosto e torce pelo Vascão. Alô Fábio! Muda em quanto é tempo de ser feliz. Márcio vai ter sempre um motivo para te gozar (no bom sentido)!
 
 
DIVULGUEM ESSA COVARDIA: GOSTARIA DE PEDIR A TODOS OS MEUS AMIGOS E LEITORES QUE TIRASSE UM TEMPINHO PARA LER A PETIÇÃO PÚBLICA, AO QUAL SEGUE ABAIXO O LINK. TAL DOCUMENTO REFERE-SE A UM ATO DE COVARDIA POR PARTE DA VOLKSWAGEN DO BRASIL EM COAUTORIA DA ABOLIÇÃO VEÍCULOS (GRUPO AB) CONTRA ESTE VELHO JORNALISTA. A REFERIDA CONCESSIONÁRIA ESTÁ ME LESANDO DESDE FEVEREIRO DE 2013. MEU CARRO FOI BATIDO DENTRO DA OFICINA, FURTARAM ACESSÓRIOS, TEM PROBLEMAS CAUSADOS POR ELES, ALÉM DE DEFEITOS DE FABRICAÇÃO. O CARRO 0 KM COMPRADO POR MIM HOJE SE ENCONTRA NA OFICINA DA ABOLIÇÃO VEÍCULOS (CENTRO DE NITERÓI) DESDE 10 DE JUNHO DE 2013, OU SEJA, HÁ 19 MESES. TEM APENAS 703 KM RODADOS PARA COMPROVAR O CALVÁRIO TENHO DOCUMENTOS, GRAVAÇÕES DE AUDIO E VÍDEO, MAIS DE 400 FOTOGRAFIAS E E-MAILS TROCADOS COM FUNCIONÁRIOS DO BAIXO, MÉDIO E ALTO ESCALÃO DA EMPRESA. POR FAVOR, ASSINEM O DOCUMENTO PARA QUE OUTROS CONSUMIDORES NÃO SEJAM LESADOS POR EMPRESAS DESTE NÍVEL.  https://secure.avaaz.org/po/petition/Aos_Orgaos_de_Defesa_do_Consumidor_e_ao_Poder_Judiciario_JUSTICA_CONTRA_UMA_MARCA_E_SUA_REVENDERORA_QUE_DESCUMPREM_A_LEI/?lJEcNfb&pv=0
 
                               
APÓS AS TODAS AS PARTIDAS DO VASCÃO EM MEU PERFIL DO FACEBOOK (QUEM QUISER RECEBER AS CRÔNICAS DE PRIMEIRA MÃO É SÓ ME ADICIONAR), E NOS SITES WEBVASCO (www.webvasco.com), E VASCAÍNOS UNIDOS (www.vascainosunidos.com.br) TEM A OPINIÃO DO JORNALISTA LUIZ CARLOS ROCHA. LEIAM! COMPARTILHEM E CURTAM! VASCAÍNOS UNIDOS JAMAIS SERÃO VENCIDOS.
 

Você pode querer ler...

About the Author

Prof. Luiz Carlos Rocha
O Prof. Luiz Carlos Rocha é o Jornalista responsável pelo Webvasco.com (26153 MTB/RJ) com pós-graduação em jornalismo esportivo, além de ser Fotógrafo profissional. Entre sua vasta experiência profissional, estão a Revista Amiga e o Jornal dos Sports. Você pode encontrá-lo no Facebook clicando aqui!