Elas & O Professor- CASSI

3 min leitura

ELAS & O PROFESSOR

POR LUIZ CARLOS ROCHA

A entrevista de dezembro de 2019, com Cassiana da Cunha de Araújo, é dedicada a vascaína que mais amo na vida, Úrsulla Rocha, a minha razão ser e viver!

CASSI, 21 anos, sócia do Vasco da Gama, estudante de Direito no 7º período, e estagiária do JEC de Barra do Piraí/RJ, aonde mora, solteira, mãe da Mariah (de cinco anos), do signo de peixes, adora comer lasanha e pizza, sua bebida preferia é água, além do verde a cor de predileção é o preto (como toda mulher é claro), não têm escola de samba do coração, contudo, simpatiza com a Unidos da Tijuca por ter uma ligação forte com o Cruzmaltino.

Como você viu a saída do técnico Vanderlei Luxemburgo?

Lamento a saída do Luxemburgo, por que mesmo com as poucas condições do clube ele se encaixou, e ajudou como podia.

A contratação de Abel Braga foi ideal?

Não achei ideal, tendo em vista a atuação dele no nosso rival.

Para comandar a equipe, o treinador precisa além de conhecimento, pulso firme para disciplinar?

Com certeza!

O Vasco da Gama ultrapassou a barreira dos 184.000 sócios, até onde você crê que irá chegar?

Com o apoio da torcida, continuando, se houver o mínimo de retorno do Clube em 2020, acredito que o Vasco conseguirá bater os 200.000.

O patrocínio da Loja de Departamentos Havan irá alavancar o clube financeiramente?

Após as dívidas pendentes serem pagas, acredito sim que ajudará a impulsionar financeiramente o Vasco.

A perspectiva para a temporada 2020 é boa?

Vejo 2020 como um ano ainda difícil para o Cruzmaltino, mas acredito que melhore a nossa situação.

Qual jogador “figurão” cairia bem neste atual plantel em São Januário?

Eu acho o Balotelli, porque além de ser “figurão”, se identifica muito com a história do Vasco da Gama. Ele tem passado por problemas de racismo na Europa, no Vasco a torcida iria abraçar ele, e muito.

Eleições diretas mudarão todo o contexto da política vascaína?

Mesmo achando justa as eleições diretas, não acho que mudará todo o contexto da política vascaína. Há muito o que mudar e melhorar.

A reforma de São Januário atrairá novos sócios?

Sim, devido ao aumento na capacidade de torcedores.

Famílias têm medo de frequentar o Estádio pelo entorno ser considerado perigoso, em termos de segurança?

Sim. Porém a imagem que se tem dos estádios é um pouco distorcida da realidade. Existem brigas “normais” em qualquer evento, no entanto, em 99% dos jogos de futebol, até mesmo em SJ, acontecem sem maiores problemas.

O novo Centro de treinamento integrará mais as categorias de base ao elenco profissional?

Com uma melhor estrutura para atender nossa base, é de se esperar que terão mais atletas integrados no profissional.

O Machão da Gama precisa reviver os tempos de glória, para que a distância do Flamengo, em termos de títulos e conquistas não fique ainda maior?

Claro, com certeza.

FOTOGRAFIAS FORNECIDAS PELA ENTREVISTADA.

Faça seu comentário aqui!


(passe o mouse sobre cada um dos ícones abaxio para escolher a melhor opção para escrever)

Deixe um comentário!

Copyright © Todos os direitos reservados. | Newsphere by AF themes.